Posts Tagged ‘Ridley Scott’

O site Byte que eu Gosto publicou uma relação de como diretores de cinema fariam miojo (http://migre.me/nY2eQ), que tem desde Peter Jackson até Clint (Bang Módafoca) Eastwood. E pegando carona nessa ideia, resolvi incrementar a lista de possíveis roteiros ‘lamenscos’.

Martin Scorsese: ia pegar um miojo contrabandeado por gangster de nova york.

Guillermo del Toro: um miojo fantástico do submundo ganha vida, trazendo macarrões vingativos e temperos em forma de fadas

David Lynch: Um cozinheiro viúvo e esquizofrênico passa a ter visões no miojo fervendo, fazendo com que tenha devaneios da mulher recluso em seu restaurante.

Wes Anderson: Na tentativa de reconciliar os filhos, um senhor decide fazer o festival do miojo em seu acampamento, descobrindo novos conceitos sobre a vida (e o miojo)

Ang Lee: Ao cozinhar um miojo de carne, que queria ser frango na infância, o chef flutua até encontrar o vilão que o moldou, derrotando vários inimigos. Destaque para os efeitos especiais fracos.

Ridley Scott: filmado na antiguidade, um miojo vegetal briga com o miojo de tomate, e os dois entram em conflito pelo domínio do poder da panela fervente.

Tim Burton: Johnny Deep seria o miojo principal

Oliver Stone: O miojo seria patriótico no começo, mas depois acaba descobrindo falcatruas no sistema e se torna um narcotraficante a favor dos pobres

Akira Kurosawa:  O preparo do miojo seria sentimental, porém com conflitos internos sobre o amor e a amizade. Tudo isso no Japão do século XVII.

lucas_web_2010_a_l

Anúncios

 em seu canal do vimeo fez uma edição dos vencedores do Oscar na categoria efeitos visuais – ou especiais, para os leigos – desde quando foi criada, em 1978. Editando trechos memoráveis, o autor termina com a pergunta: e 2013? (eu aposto em Gravidade, mas…..)

Nota-se que existe um revezamento de diretores consagrados no ramo – Spielberg, Ridley Scott, George Lucas, James Cameron, Pater Jackson e Robert Zemeckis – mas também tem alguns ‘intrusos’ – Christopher Nolan, David Fincher, Joe Dante, Sam Raimi, Paul Verhoeven e Chris Weistz. Interessante é que a trupe dos multicampeões mantinha na época uma franquia de estúdios independentes de Hollywood, o que os faria serem menosprezados por não serem baba-ovo.

Criatividade, montagem, realismo, perfeição…são vários aspectos para julgar esse quesito.  Mas todos os ganhadores tiveram seus méritos. Pena que algumas sequências entraram no ostracismo.

<p><a href=”http://vimeo.com/85300589″>Academy Awards: Best Visual Effects Oscar Winners</a> from <a href=”http://vimeo.com/nelsoncarvajal”>Nelson Carvajal</a> on <a href=”https://vimeo.com”>Vimeo</a&gt;.</p>