Posts Tagged ‘Curiosidades’

Erguida na região do Brás (cidade de São Paulo), a construção é uma réplica do homônimo descrita na Bíblia. Segue alguns fatos, retirados do site da revista Exame com o apoio da Veja SP:

1. O Templo foi construído em um terreno de 35 mil metros quadrados – o equivalente a 5 campos de futebol.  

2. O Templo de Salomão assume o posto de maior espaço religioso do país em área construída, que é 4 vezes maior do que o Santuário Nacional de Aparecida (SP). Aparecida tem 23,3 mil m² de área construída, enquanto o Templo Salomão tem 100 mil m².

3. A obra durou 4 anos e custou R$ 680 milhões.

4. O Bispo Edir Macedo mandou vir de Hebron, em Israel, 40 mil metros quadrados de pedras usadas na construção e decoração do Templo.

5. Doze oliveiras foram importadas do Uruguai para reproduzir o Monte das Oliveiras.

6. A capacidade do novo templo é de 10 mil pessoas.

7. As cadeiras que vão acomodar os milhares de fiés foram trazidas da Espanha.

8. Cerca de 40 imóveis foram comprados no Brás por conta da obra.

9. No altar, há uma esteira rolante destinada a carregar o dízimo pago pelos fiéis diretamente para uma sala-cofre.

10. Dez mil lâmpadas de LED foram instaladas no teto do salão principal.

11. Nas paredes há grandes menorás – candelabros de sete braços.

12. Na área construída há ainda espaço para 60 apartamentos de pastores que estão a trabalho no templo – incluindo um para o Bispo Edir Macedo. 

13. O altar foi construído no formato da Arca da Aliança, local onde teriam sido guardados os Dez Mandamentos, segundo a Bíblia. 

14. Cem metros quadrados de vitrais dourados foram instalados acima do altar, segundo a Veja SP. 

15. O estacionamento do templo conta com 2000 vagas para carros, 241 para motos e 200 para ônibus. 

16. Por enquanto, no período inaugural e de testes, só se poderá ir ao Templo em caravanas. Este foi um acordo com as autoridades, para que avaliasse o impacto no trânsito da região. Depois, qualquer pessoa, com seus próprios meios, poderá ir ao templo.

17. Além do Templo, há também um museu, chamado de Memorial. Lá, 12 colunas explicam a origem das 12 tribos de Israel. 

18. Para as mulheres, é vetado o uso de “minissaias ou outros tipos de roupas curtas, decotadas ou sensuais”. Já os homens deverão deixar no armário as camisetas de times de futebol, bermudas, regatas e chinelos.

19. Foram usadas na obra 2.600 toneladas de ferro e 145 mil sacos de cimento.

20. Segundo a assessoria de imprensa da Igreja, a presidente Dilma Rousseff estará presente na inauguração do Templo. O ex-presidente Lula, o governador de São Paulo Geraldo Alckmin e o prefeito Fernando Haddad também são esperados.

salomao

Uma das preocupações iniciais quando se ensina História no ginásio e o entendimento e construção da linha do tempo, com noções de séculos, milênios e fatos encerrados em um passado distante. Mas existem certas lacunas e proximidades não percebidas, muito menos ensinadas, por alunos e professores.

Segue abaixo alguns desses acontecimentos inusitados, a maioria pensaríamos estar encerrados em outros eras históricas, e ainda ocorriam há alguns anos! O artigo original (em inglês) está no site http://www.9gag.com e foi traduzido – e muito bem esquematizado – pelo site http://papodehomem.com.br/

91

-O ensino começou em Oxford, já em 1096 e, por 1249, a Universidade foi fundada oficialmente. A civilização Asteca como a conhecemos começou com a fundação de Tenochtitlán, em 1325.

114

– Star Wars estreou nos cinemas em maio de 1977. A última execução por guilhotina ocorreu em 10 de setembro do mesmo ano, em Marselha.

214

– O Estegosauro viveu há cerca de 150 milhões de anos, enquanto o T-Rex viveu há 65 milhões de anos. O dinossauro grandão e famoso no Jurassic Park foi aparecer só 85 milhões de anos depois do pequenino aí que ninguém conhece, logo, estamos mais perto — na linha do tempo — de um dinossauro do que dois deles que viveram em períodos diferentes.

314

– Enquanto a maioria dos mamutes morreram há 10.000 anos, uma pequena população sobreviveu até 1650 aC. Por esse ponto, o Egito estava a meio caminho de seu império, e as Pirâmides de Gizé já tinham mil anos de idade.

72

– John Tyler foi presidente entre os anos de 1841 e 1845, 20 anos antes de Abraham Lincoln. Ele teve um filho, Lyon, aos 63 anos. Lyon teve dois filhos, Lyon Jr. e Harrison. Ambos ainda estão vivos hoje, na casa dos 80 anos.

1211

– A espécie humana tem vivido na Terra há apenas 0,004% da história do planeta.

E o mais intrigante de todos:

_72117311_ap_freshprince

– Will Smith está mais velho do que James Avery (eterno Tio Phil) na época da estreia de Um Maluco no Pedaço. James, que faleceu no último dia de 2013, tinha 44 anos. Will Smith hoje – março de 2014 – está com 45.

Disponível também no http://www.treta.com.br

Um marco para quem realmente leu livros infanto-juvenis na escola. Diretamente do http://homoliteratus.com:

1. A série Vaga-Lume foi lançada pela Editora Ática na virada de 1972 para 1973, e é composta de romances voltados ao público infantojuvenil.

"A Ilha Perdida", de Maria José Dupré

“A Ilha Perdida”, de Maria José Dupré

2. A editora não divulga números, mas estima-se que somente a obra A Ilha Perdida, de Maria José Dupré, já ultrapassou a marca de 2,2 milhões de exemplares vendidos.

3. A série ajudou, e muito, a fortalecer e consagrar a Editora Ática, que recentemente informou que pretende relançar a coleção em formato digital.

4. Um dos maiores sucessos da série, O Escaravelho do Diabo, de Lúcia Machado de Almeida (1910-2005), foi lançado primeiramente em 1956 como um folhetim da revista O Cruzeiro.

5. Inicialmente, a série se caracterizava pela presença de obras já consagradas, de autores idem. Já na segunda década após seu lançamento, tanto os textos quanto os autores passaram a ser inéditos.

6. Um destes autores inéditos era Marçal Aquino.

7. Quando foi convidado para escrever por Fernando Paixão, editor da série na época, Marçal era repórter do Jornal da Tarde e nunca havia escrito uma linha sequer para o público infantojuvenil.

"O escaravelho do diabo", de Lúcia Machado de Almeida

“O escaravelho do diabo”, de Lúcia Machado de Almeida

8. Em contrapartida, outro escritor da série, Marcelo Duarte, nunca publicou nenhum livro de ficção fora da coleção Vaga-Lume. O jornalista, escritor e dono da Editora Panda Books publicou seus cinco livros de ficção na série, e vendeu mais de 240 mil exemplares.

9. Em 1980, quando foi informado pelos editores responsáveis pela Coleção Vaga-Lume sobre a tiragem pretendida para seu livro, um atordoado escritor de pseudônimo Marcos Rey não acreditou. Os editores da Ática reiteraram: 120 mil exemplares.

10. Marcos Rey, pseudônimo de Edmundo Nonato, era nesta época um escritor já reconhecido de contos e romances adultos, porém estava acostumado com tiragens que não ultrapassavam três mil exemplares.

11. A aposta em Marcos Rey foi alta – e certeira. O Mistério do Cinco Estrelas, de 1981, vendeu mais de 2,5 milhões de exemplares. O autor escreveu o livro em dois meses.

12. Atualmente, porém, os mais de 15 livros lançados por Marcos Rey estão fora da coleção Vaga-Lume.

13. Um dos criadores da série, Jiro Takahashi, hoje editor do selo Prumo, da Editora Rocco, afirma que o sucesso da coleção se deu por conta de uma série de fatores, sendo o principal deles o baixo preço dos livros. Altas tiragens permitiam preços muito baixos, que por sua vez facilitavam a adoção das obras por escolas.

14. Outro ponto importante para a aceitação em sala de aula eram os encartes chamados Suplementos de Trabalho, que traziam atividades didáticas ligadas ao livro.

"O mistério do cinco estrelas", de Marcos Rey

“O mistério do cinco estrelas”, de Marcos Rey

15. Milton Rodrigues Alves, um dos ilustradores da série, conta que, para ilustrar O Caso da Borboleta Atíria, passou muitas e muitas horas em um Museu de Zoologia. “Não tínhamos internet, e a melhor maneira de saber a forma de um Dynastes Hercules era indo ao Museu”, conta Milton.

16. O Escaravelho do Diabo, de Lúcia Machado de Almeida, em breve sairá das estantes diretamente para as telas de cinema. A obra está em fase de pré-produção, e terá direção de Carlos Milani. O filme já tem até um site: www.oescaravelhododiabo.com.br

17. E O Escaravelho do Diabo não é o único. O Mistério do Cinco Estrelas (1981), O Rapto do Garoto de Ouro (1982) e Um Cadáver Ouve Rádio (1983), todos de Marcos Rey, tiveram seus direitos adquiridos pela produtora RT Features, e começam a ser filmados no final de 2013. A previsão de estreia é julho de 2014.”

coleco-vaga-lume-kit-6-titulos_MLB-F-200150417_5933