Arquivo por Autor

Aguas de junho e a questão da educação.

Posted: 13/01/2014 by zegotinha07 in Geral

Segue abaixo uma excelente critica ao governo atual do Brasil e logo em seguida um discurso sobre os planos de nossa Presidente da Republica falando sobre educação.

Aguas de Março Junho.

Discurso sobre educação, se alguém entender escreva nos comentarios

Galera… o que fazer para melhorar??

“A grande porta de saida, é uma porta de entrada é a educação.” – Dilma Roussef

Vi no Filosofia Animada, depois que uma amiga compartilhou no Facebook… muito bom!

Filosofia Animada

Que o mundo não é colorido, acho que você sabe. Mas que as pessoas gostam de enfeitar, ahhh.. isso gostam, poucas as pessoas que sabem como dizer as verdades quando realmente precisamos ouvi-las.

#1

Pessoas que ferram qualquer um, vão mais que provavelmente pisar na sua cabeça pra ferrar qualquer um. Afaste-as da sua vida.

01b

#2

Algumas pessoas acham normal te julgar… tente não ser como elas. E as ignore.

03

#3

As coisas mais bonitas da vida são inúteis.

04

#4

Não force seus amigos para as suas coisas… Deixe que eles busquem e gostem se quiserem.

05

#5

Ninguém se importa com as duas semanas que você “viveu” na America/Europa/Asia… Pare de ficar se gabando.

06

(“Na Europa as pessoas peidam por trás”)

#6

Filmes pornô e Disney, são responsáveis pelos seres humanos mais frustrados que conheço. 

QzG4V

(“Cade a porra do meu principe encantado?” – “Cade a porra da minha vadia insaciável?”)

View original post mais 862 palavras

Aningaaq

Posted: 06/01/2014 by zegotinha07 in Geral, Sugestão da Casa

Quem viu Gravidade (Alfonso Cuarón, 2013) vai compreender o curta do seu filho (Jonás Cuarón) e co-autor do filme, já para quem não viu o excelente filme, fica um incentivo para entender quem é que está do outro lado conversando com o esquimó pedindo socorro (quando vi o filme achei que era algum chines com radio amador).

 

 

 

Douglas_Adams_by_ZakThePelican

 

 

Qual o sentido da vida do universo e tudo mais? O que pensaria uma baleia ao se materializar a varios kilometros de altura junto com um vaso de petunias? Quais são as piores poesias do mundo? O que acontece ao jantar no restaurante no fim do universo? Qual a mensagem de Deus para o universo? Para que serve uma toalha?

Arthur Dent e seu amigo Ford Prefect nos levam e uma aventura pelo universo se metendo em altas confusões (falei igual o locutor da sessão da tarde hein?), e assim respondem essas e outras questões em uma trilogia de 5 livros:

  • O guia do mochileiro das galaxias
  • O restaurante no fim do universo 
  • A vida, o universo e tudo mais
  • Até mais e obrigado pelos peixes
  • Praticamente inofensiva

Na verdade esse que vos fala leu apenas 4 dos 5 livros e tem na cabeça que é uma trilogia de 4 livros. Ao pegar pela primeira vez O guia do mochileiro na mão e começar a ler foi algo estranho, com um humor sem noção e britanico, logo nas primeiras paginas até a destruição da Terra voce percebe que toda aquela situação foi proposta para gerar uma piada e isso para mim é GENIAL!

Mais para frente (e nos outros livros) voce encontra alguns textos parecidos com contos, como o da Baleia e o Vaso de petunias, que parecem meio jogados e sem sentido no meio do contexto da historia mas que mais para frente voce encontra um sentido para aquilo estar ali principalmente quando não para no primeiro livro.

Segue abaixo o conto da baleia e o vaso se petunias, todos os livros podem ser comprados em qualquer site de livrarias virtuais e a coleção custa em media 30 reais (sim, 30 dilmas por 5 livros sensacionais!)

 

Também não se falou mais no fato de que, contra todas as probabilidades, uma cachalote havia de repente se materializado muitos quilômetros acima da superfície de um planeta estranho.
E como não é este o ambiente natural das baleias em geral, a pobre e inocente criatura teve pouco tempo para se dar conta de sua identidade “enquanto” cachalote, pois logo em seguida teve de se dar conta de sua identidade “enquanto” cachalote morto.
Segue-se um registro completo de toda a vida mental dessa criatura, do momento em que ela passou a existir até o momento em que ela deixou de existir.
– Ah…! o que está acontecendo?, pensou o cachalote.
– Ah, desculpe, mas quem sou eu?
-Ei!
– Por que estou aqui? Qual minha razão de ser?

– O que significa perguntar quem sou eu?

Calma, calma, vamos ver…ah! Que sensação interessante, o que é? É como… bocejar, uma cócega na minha.. minha…bem, é melhor começar a dar nome as coisa para eu poder fazer algum progresso nisto que, para fins daquilo que vou chamar de discussão, vou chamar de mundo. Então vamos dizer que esta seja a minha barriga

Bom. Ah, está ficando muito forte. E que barulhão é esse  passando por aquilo que resolvi chamar de minha cabeça? Talvez um bom nome seja… vento! Será mesmo um bom nome? Que seja… talvez eu ache um nome melhor depois, quando eu descobrir para que ele serve. Deve ser uma coisa muito importante, porque tem muito disso no mundo. Epa! Que diabo é isso? É… vamos chamar essa coisa de rabo. Isso, rabo. Epa, eu posso mexê-lo bastante! Oba! Oba! Que barato! Não parece servir para muita coisa, mas um dia eu descubro pra que ele serve. Bem, será que eu já tenho uma visão coerente das coisas?

Não.

Não faz mal. Isso é tão interessante, tanta coisa pra descobrir, tanta coisa boa por vir, estou tonto de expectativa…

Ou será o vento?

Puxa, realmente tem vento demais aqui, não é?

E puxa! Que é essa coisa se aproximando de mim tão depressa? Tão depressa. Tão grande e chata e redonda, tão… tão.. Merece um nome bem forte, um nome tão… tão… chão! É isso! Eis um bom nome: chão!

Será que eu vou fazer amizade com ele?

E o resto – após um baque súbito e úmido – é silêncio.

Curiosamente, a única que passou pela mente do vaso de petúnias ao cair foi: Ah, não, outra vez!  Muitas pessoas meditaram sobre esse fato e concluíram que, se soubéssemos exatamente por que o vaso de petúnias pensou isso, saberíamos muito mais a respeito da natureza do Universo que sabemos atualmente.

DON’T PANIC! 

Cartilha Sexual da Igreja Universal

Posted: 07/12/2012 by zegotinha07 in Ctrl C/Ctrl V, Humor

 

Oremos….(?)

“Cartilha de ensinamentos da Igreja Universal do Reino de Deus. Veja as orientações sexuais contidas na cartilha de ensinamentos da Igreja Universal do Reino de Deus.

Cartilha contra a libertinagem sexual, retirada do livro “Castigo Divino”. Veja os comentários sobre o pecado das seguintes

1 – posições sexuais:

– Posição de quatro – É uma das posições mais humilhantes para a Mulher, pois ela fica prostrada como um animal enquanto seu parceiro ajoelhado a penetra. Animais são seres que não possuem espírito, então o homem que faz o cachorrinho com sua parceira, fica com sua alma amaldiçoada e fétida.

– Sexo Oral – O prazer de levar um órgão sexual a boca é condenado pelas leis divinas. A boca foi feita para falar e ingerir alimentos e a língua para apreciar os sabores. A mulher engolindo o sêmen não vai ter filhos. E o homem somente sentirá dores musculares na língua ao sugar a vagina de sua parceira.

– Sexo Anal (Sodomia) – O ânus é sujo, fétido e possui em suas paredes milhões de bactérias. É o esgoto propriamente dito. No esgoto só existem ratos, baratas e mendigos. A pessoa que sodomisa ou é sodomisada ela se iguala a um rato pestilento. Seu espírito permanece imundo e amaldiçoado.

Mas o pior é quando o ato é homossexual, pois o passaporte dessa infeliz criatura já está carimbado nos confins do inferno.

Vejam a maneira certa de se relacionar sexualmente com sua parceira, segundo a cartilha:

– Posição Recomendada – O homem e a mulher devem lavar suas partes com 1 litro de água corrente misturado com uma colher de vinagre e outra de  sal grosso. Após isso, a mulher deve abrir as pernas e esperar o membro enrijecido do seu parceiro para iniciar a penetração. O homem após penetrar a mulher, não deve encostar seu peito nos seios dela, deve manter uma distância pois a fêmea deve estar rezando aos santos para que seu óvulo esteja sadio ao encontrar o espermatozóide.

Depois do ato sexual, os dois devem rezar, pedindo perdão pelo prazer proibido do orgasmo.

Como penitência, o açoite com vara de bambu é aceito como forma de purificação.

Só podemos concluir duas coisas: ou nos veremos todos no inferno, ou vai faltar bambu no mundo!”

charge30

A Evolução Humana segundo Milo Manara

Posted: 30/07/2012 by zegotinha07 in Geral, Humor
Etiquetas:,

Descobri a charge por esses dias no portal Zuckerberg, em uma página que satiriza as ações do homem contemporâneo. Milo Manara, autor do desenho, é conhecido por usar e abusar do erotismo em suas obras, exaltando o formato encantador do corpo das mulheres.

Infelizmente, o desenho foi censurado pela vigilância do face e teve que ser retirado da página, mas a tempo de ser salvo e publicado aqui. Se é feio porque aborda o sexo, como ensinar às crianças o ciclo humano sem falar da reprodução? E o desenho de Manara nem esconde em nada do que o homem etnocentrista fez às comunidades mais isoladas, muitas vezes apelando para o espetáculo da carnificina.

Ninet Tayeb

Posted: 10/07/2011 by zegotinha07 in All Power to the GOOD Music

Ela é de Israel, é linda, canta bem e é acompanhada por uma banda estilo Muppets chamada Red Band.

Crazy

 

Aqui mais comportada cantando High and Dry

 

Não me perguntem como que eu acho essas coisas, eu simplesmente acho.

O conto do Menino Empada.

 

Pobre Menino nasceu do desejo de sua mãe comer empada. Moravam em cidade pequena e seu pai não encontrou nada aberto, nenhum supermercado para comprar os ingredientes e fazer a quitute. Não havia um santo lugar aberto que se pudesse comprar o salgado de frango e catupiry. Diziam que isso era besteira, que o desejo passa. “Não liga, não” o pessoal da rua falava para aquela mãe, que desesperada e aos prantos temia pelo pior. No outro dia, as 9 horas da manhã, ao abrir a melhor salgadaria da cidade, comeu  5 empadas de frango, mas já era tarde demais.

Após 4 meses, nascia ao meio dia o Menino Empada. Na verdade seu nome era João, mas ninguém o chamava assim. Menino cresceu cheio de carinho dentro de seu lar. Lá fora tinha que fugir das brincadeiras de mau gosto sobre o formato de sua cabeça, e fugir de gordinhos  tarados por empada pelo seguinte motivo – Sua cabeça era uma empada completa, na suas veias corriam queijo cremoso e seu corpo era recheado de frango, a única coisa que faltava e ninguém sabia explicar o porque, era a azeitona.

Aos 17 anos era extremamente revoltado com a sua situação, questionava tudo e todos. Nunca tinha encontrado nenhum caso igual, mandava os outros ao inferno junto com o mundo em que eles viviam. Mas a vida lá fora estava chamando, não podia ficar ali, parado, sem fazer nada, tinha que seguir a sua busca por explicações. Mas a falta que a falta faz, o deixava deprimido.

Certa vez foi emboscado por 3 gordinhos, que com facas, o perfuraram para obter o recheio que se alocava dentro de suas entranhas. Ele não ligava em colaborar em casa, mas julgava ser canibalismo comer queijo cremoso ou frango. Empada então, ele dizia ser parecido com  complexo de Édipo, portanto evitava. Mas quando seu pai pedia, sedia os pulsos para as pizzas do velho, e que pizzas!! Provavelmente um meio de escape para o pobre homem enfrentar a barra de ter um filho empada.

Aos 25 decidiu dar um basta exatamente no dia do seu aniversario. Depois de se consultar com piscologos psicóticos e psiquiatras psíquicos, nada adiantava, todas a soluções eram paliativas. Talvez João nunca fosse encontrar uma resposta para aquilo, já não atribuía a Deus a responsabilidade de ser assim, muito menos a sua progenitora. Sua pobre mãe por vez, coitada, sofria dez vezes mais do que o filho. Até quando ele disse – “Longe daqui, vou partir”- a mulher ficou 1 mês de cama aos prantos, parecia que havia perdido seu único filho para sempre (não quiseram arriscar uma Menina Coxinha).

Em seu basta, decidiu viajar, procurar outros lugares, empregos e etc. Chegou à grande cidade, se estabeleceu, ganhou uma grana, gastou tudo em uma bebedeira e um bordel de luxo, afinal não queria morrer virgem.  Partiu para o seu ultimo dia de vida como empada com uma garrafa do melhor whisky que encontrou e depois disso pensou que após tudo provavelmente faria aqueles cachorros que habitavam a entrada de seu prédio mais felizes por um tempo. Ele não gostava de ver os bichos sofrerem, mesmo quando os cachorros o atacaram certa vez.

Há exatamente 25 anos e 5 minutos antes de João entrar no prédio, uma mulher também grávida dava a luz a uma menina que lembrava de perto uma azeitona, seu nome era Olivia. Era verde, uma coisa rara pra quem não conhecia o Menino Empada.  A menina cresceu e amadureceu se tornando uma suculenta azeitona, daquelas bem carnudas, quase sem caroço de tanta carne e suculência (repare na repetição, ela era muito gostosa mesmo).  25 anos depois e 5 minutos abria a porta do elevador. Ela viu pela fresta da porta aquele que se aproximava com um formato de empada e seu coração disparou.

Passando pelo corredor o Menino desviou do elevador, viu de longe que estava descendo mais não queria ser visto por ninguém, porque o pessoal sempre encarava. Até o pessoal do trabalho ainda não tinha se acostumado direito. Como sempre fazia, saia muito cedo de casa e voltava muito tarde, só quem o conhecia, eram os porteiros, ou o porteiro, por ser sempre o mesmo do turno da noite que ficava até de manhã. Nesse dia teve que insistir ao porteiro da hora do almoço, que realmente morava ali. Era quase hora do almoço, e o porteiro decidiu não implicar, o deixou passar. A rua estava lotada, e João percebeu que o porteiro prestava mais atenção nas secretarias que passavam ali com suas calças e saias justas e suas blusas decotadas do que na empada que o pedia pra entrar.

Subiu até a cobertura, se postou em cima do parapeito. Quando estava para pular sentiu algo pegar em sua mão e com uma suave voz ouviu dizer um “Não!” bem calmo. O Menino empada havia finalmente encontrado a sua Azeitona. Finalmente eles eram João e Olivia.

Ah o Amor…

Posted: 13/06/2011 by zegotinha07 in Top 5

Aqui vai um top bem rapido sobre as musicas mais romanticas segundo a minha humilde opnião sem contar Barry White, Lionel Ritchie, The Pretenders e etc…

5º Lugar – Legião Urbana – Eduardo e Monica

Famigerada e mais tocada nessa semana dos namorados. A musica tem 25 anos de existencia e provavelmente Renato Russo estava apenas descrevendo a historia de amor de alguem, até que a operadora de celular resolveu fazer o filme abaixo e fazer todo mundo se emocionar…

4º Lugar – Elvis Costello – She 

A musica é um cover do Charles Aznavour e trilha do filme Um lugar chamado Notthing Hill. Fala sobre a mulher amada e todas as qualidades que fazem ele sentir aquilo por ela.

3º Lugar – Dave Matthews – You and Me

Simplismente um cara que quer fugir com seu amor e ele sabe que com ela pode fazer qualquer coisa. Eu acho isso bonito em um casal…

Versão com a Ivete Sangalo, que não ficou ruim não… muito pelo contrario.

2º Lugar – Sambô – Minha Vida

Grupo de samba rock do interior de São Paulo que vive de shows fazendo covers de samba de musicas de rock classicas como Sunday Bloody Sunday, Rock n Roll e de sambas classicos como Feijoada Completa, Não deixe o samba morrer tem apenas 1 musica propria e essa musica se chama Minha Vida, ouçam…

1º Lugar – Cassia Eller – Luz dos Olhos

Na verdade essa musica é do Nando Reis, mas a versão da finada Cassia Eller é dez vezes melhor… Gosto muito do começo da musica, descreve bem o que uma pessoa sente quando a outra pessoa (amada) chega.

BONUS

2 menções… a primeira pra esse mashup feito pelo Thiago Correa  (é só entrar na pagina do cara e clicar no play)

http://www.thiagocorrea.com/2010/06/04/for-your-love/

a segunda é para os #foreveralones (que nem eu)…

I alone… love you #onanismofeelings hauhauahuah.

Fui!

Vocalizações

Posted: 15/03/2011 by zegotinha07 in All Power to the GOOD Music

All Power to the Good Music apresenta:

Vocalizações (solos vocais acompanhados de uma harmonia, guitarra ou não)

Eric Clapton – Wonderful Tonight

Dream Theater – Through Her Eyes

e a mais famosa de todas

Pink Floyd – The Great Gig in the Sky