Ucrânia, entre o Ocidente e a Rússia

Posted: 26/02/2014 by sobziro in Geral, Momento Rage!, Palavras de quem sabe
Etiquetas:, , , , ,

“Na Ucrânia, a parcela – uma enorme fatia da população do País – que tomou o escritório do ex-primeiro-ministro Victor Yanukovich na noite de sexta-feira, 21, na capital Kiev, e no domingo, 23, a mansão particular do líder deposto – já estatizada –, é chamada de fascista pela ala ucraniana pró-Rússia ou de diversos movimentos de esquerda alastrados pelo mundo. São fascistas, conservadores ou elite e neste cenário a imprensa ocidental, segundo declaram, coopera com um golpe neonazista no Leste Europeu ao demonizar o governo Yanukovich, que em novembro de 2013 anunciou que a Ucrânia não assinaria acordo com a União Europeia e ainda articulava reforçar a aliança política com a Rússia de Vladimir Putin. É conversa fiada de quem ainda lê o mundo da esquerda para a direita.

À parte de meses de manifestação popular, violência, mortes, derrubada de líderes do alto escalão do governo e do próprio Yanukovich, além de ameaças de Washington e Putin brincando de ‘vaca-amarela’ enquanto se auto glorificava pelas Olimpíadas de Inverno de Sochi, a Ucrânia sofre com os resquícios tanto da Guerra Fria como do imperialismo russo, afinal, foram mais de 70 anos sob domínio da extinta, porém nunca esquecida, União Soviética.

Historiadores dizem que a Ucrânia, mesmo ainda enquanto nação subjulgada, queria ser a Rússia quando eventualmente possuísse autonomia política e econômica. Sem chances. De um território inóspito, coberto de neve, à próspera “colônia” soviética, a Ucrânia enfrentou a truculência de Lênin, o infortúnio da Segunda Guerra Mundial e o desastre nuclear em Chernobyl. No entanto, sobreviveu ao colapso da União Soviética em 1991, se tornou um Estado soberano e, hoje, se sobressai em relação aos países vizinhos do Leste Europeu, uma região que parece estar eternamente machucada pela ocupação comunista em décadas passadas.

O cenário da Ucrânia no século 21 é um país ideologicamente dividido, parte da população, que habita principalmente o Leste e Sul, ainda tem o russo como língua oficial, gosta e quer a tal aproximação proposta por Yanukovich com a Rússia do Putin. Na análise do jornalista Natalio Cosoy, da BBC, existe, sim, um sentimento de nostalgia dos anos da integração soviética. Do outro lado, e minada em todo o território ucraniano, há a parcela que vê mudanças se o País se juntar à União Europeia e avançar nas relações comerciais com o mundo. Atualmente, a Ucrânia ainda depende da Rússia para abastecer-se de gás e para quem mais exporta produtos e serviços.

Mesmo com Yanukovich deposto pelo Parlamento e o anúncio de eleições para maio deste ano, há rumores de uma real possibilidade da divisão da Ucrânia e, consequentemente, uma guerra civil estaria em curso. Pior ainda é quando se especula sobre uma nova versão da Guerra Fria no mundo, em que a Ucrânia está geograficamente posicionada para jogar ou pelos Estados Unidos, Rússia, China ou a União Europeia, ‘blocos’ que eventualmente dividiram o mando no globo. Neste mapa, o indivíduo independente se é do leste pró-Russia ou a favor da abertura política do País ao ocidente passa a ser apenas ucraniano, que de qualquer forma sofrerá as consequências da História, simplesmente por estar ali. Os mais de dois meses de manifestações em Kiev não foram em vão, ao menos não para início de conversa. E para o futuro, a longo prazo. Foi em vão?

É a agitação popular nos extremos no planeta. Na Ucrânia, o povo, os tais fascistas, o mesmo rótulo dado aos manifestantes em Caracas, na Venezuela, contra a ditadura de Nicolás Maduro, ocupam os prédios da administração local, ocupam a emblemática praça Maidan e pressionam Yanukovich para não ser um mero assecla de Putin e fechar o País a um diálogo plurilateral. No Brasil, o povo também pula, até dança, comemora e se ‘acaba’ nas ruas, mas é apenas o Carnaval.”

3262757

Erick Tedesco é jornalista e historiador. E-mail: tedesco@tribunatp.com.br.

OLHO:

A Ucrânia ainda depende da Rússia para abastecer-se de gás

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s