Cracolândia em Imagens

Posted: 14/12/2013 by sobziro in Geral, Uncategorized
Etiquetas:, , ,

Alessio Ortu, fotógrafo italiano, é autor do projeto Simulacrum Praecipitii (“A imagem do abismo”, em latim), que retrata a Cracolândia – Sim, ela persiste e resiste em São Paulo – em fotografias, exposições e documentário. A intenção do projeto é alertar as autoridades, não necessariamente públicas, para ter uma reflexão que pode resultar em atitude, com os viciados, podendo assim recuperarem suas condições e ações de seres humanos dignos.

Para entender melhor o projeto segue abaixo o teaser do documentário, trechos  da entrevista do artista italiano a Igor Zahir (Marie Claire) e algumas fotos da região, ora abandonada ora ressuscitada pelos governantes Haddad e Alckmin.

http://vimeo.com/62844849

De onde surgiu a ideia de fazer o projeto “Simulacrum Praecipitii”?

Alessio Ortu: Tudo começou quando, alguns anos atrás, me mudei para São Paulo e me impressionei com essa realidade vista no centro da cidade. Algo tão diferente de outros lugares que morei na Europa e América do Norte. Em setembro de 2011 dei início ao projeto e fotografei durante um ano.

Como se comportavam as mulheres que você clicou? Eram violentas?

O temperamento de todos eles –homens e mulheres – é igual. Quando percebem que você chega lá com boas intenções, querendo ajudá-los e não se aproveitar de uma situação, eles colaboram. Eles querem ser ouvidos. Fui quase sempre bem acolhido.

Como era a rotina de fotos?

Não dá para ir todo dia, pois você fica marcado e é perigoso. Ia lá toda semana ou a cada 15 dias, saía bem cedo de casa e ia direto para o foco da Cracolândia. Às vezes levava horas para chegar na pessoa certa, porque tem fugitivos, traficantes, pessoas que não queriam aparecer e outras que estavam loucas e não entendiam nada do que eu falava. Mas, quando começava a fotografar, ficava mais fácil. Quando um deles já estava sendo clicado, os outros ficavam mais confiantes. Às vezes tinha até fila de espera para as fotos.

Muitas fotos de sua série têm o foco nas mãos. Por quê?

Veio de forma muito natural, já que as mãos retratam muito de nossa alma. Elas fazem tudo, principalmente para quem mora nas ruas. Eles as usam para comer, catar lixo, roubar, se prostituir, se drogar. As mãos dessas pessoas são destruídas, mostrando os sinais da devastação da vida nas ruas. São claramente feias, mas consigo ver uma beleza plastificada nelas.

Você viu coisas que as pessoas associam às drogas? Prostituição, crimes…

Vi mulheres que usavam a prostituição para comprar o crack. Também não me interessava porque acho isso sensacionalista, já que, infelizmente, é um dos únicos jeitos que elas têm de conseguir as drogas. Mulheres se prostituem, crianças e outras pessoas catam lixo, tralhas de casas. Por incrível que pareça, a minoria rouba para se drogar. Apesar da mídia mostrar o contrário, poucos roubam. Na Cracolândia as pessoas catam lixo para comprar a droga. Essa é a realidade.

Qual história mais mexeu com você?

Vários casos, mas o dos menores de idade é impressionante. Não pude mostrar o rosto deles, então tive que clicar com as mãos cobrindo, já que, segundo a lei, eles não devem aparecer. A história deles é muito triste: são meninos e meninas entre 14 e 16 anos, que estão vivendo nas ruas.

crack5

crack1-728x411

crack4-728x409

fonte: http://www.pragmatismopolitico.com.br

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s