Arquivo de Junho, 2012

Existem pequenos detalhes que podem transformar o céu em um inferno.

A versão brasileira, pra variar, é de autoria do incansável Luis Fernando Veríssimo:

“- Paraíso é estar em um churrasco, feito por gaúchos, em uma praia nordestina, com mulheres mineiras, organizados por paulistas e animado por cariocas;

– Inferno é estar em um churrasco, feito por mineiros, em uma praia gaúcho, com mulheres nordestinas, organizados por cariocas e animado por paulistas”

A gringa eu desconheço o autor, segue a (tentativa de) tradução da imagem:

O paraíso é onde a polícia é britânica, os cozinheiros italianos, os mecânicos alemães, as amantes brasileiras e tudo é organizado pelos suíços. O inferno é onde os cozinheiros são britânicos, os mecânicos são brasileiros, as amantes suíças, a polícia é alemã e tudo é organizado pelos italianos.

Para o quê? Paralelo?

Posted: 26/06/2012 by sobziro in Eu acho que..., Geral
Etiquetas:, ,

 Desde a última sexta-feira (22/6) o Paraguai vem sendo comentado nos noticiários, tomando o lugar da cúpula do Rio+20, com o impeachment de Fernando Lugo à presidência. Foi alegado pelo senado paraguaio o argumento de não-cumprimento das funções administrativas de Lugo, reconhecido constitucionalmente. Mais do que a troca de governantes foi comentado as reações de presidentes vizinhos. Qual o motivo de tanto temor sobre a ação em um dos países latino-americanos mais ‘abandonados’ ?

Fernando Lugo foi eleito democraticamente em 2008, para delírio da ala esquerda continental, como Hugo Chávez, Rafael Corrêa e Lula, prometendo medidas duras e revolucionárias em prol da população esperançosa por mudanças, depois de décadas frustradas com o Partido Colorado. Impostos maiores sobre as oligarquias, reforma agrária, embargar imposições dos EUA…a ponto do cineasta Oliver Stone, devoto de Fidel Castro, vir gravar o famigerado e colorido “Ao Sul da Fronteira”, no qual Nestor Kirchner engrandece a esposa Cristina no poder argentino.

Mas tamanha lua-de-mel durou pouco, e não demorou para o ex-bispo entrar em apuros, a começar pela vida pessoal. Lugo assumiu a paternidade de dois filhos e, até o momento, há outras duas mulheres que confirmam terem herdeiros seus, o que lhe valeu o apelido de ‘El Conejo’ (O coelho). Depois, persuadiu o governo brasileiro a pagar mais pela cota de energia paraguaia de Itaipu, usina hidrelétrica binacional, triplicando o valor anual de U$$100mi para U$$300mi.

Talvez o que tenha culminado em sua destituição foi a indiferença perante os problemas agrários, que envolvem inclusive brasileiros, os ‘brasiguaios’, sendo um velho problema que nunca se resolve nas América Latina. Acusado de liberar o confronto entre policiais e sem-terra no dia 15 último, no qual 17 pessoas foram mortas, Lugo se defende dizendo que não teve chance de se defender.

A Unasul já descartou a participação do Paraguai na próxima reunião, o mesmo fez o Mercosul, ou seja, graças a uma ‘tragédia’ tais reuniões ganharam destaque na mídia. Enquanto Venezuela, Bolívia, Equador e Argentina condenaram a ação política (Chávez já suspendeu o abastecimento petrolífero), rotulada como Golpe de Estado, Dilma & Cia ainda estuda sanções e (como) dialogar com o novo governante Federico Franco, empossado até abril do ano que vem. Coincidência no impeachment paraguaio também ter saído um Fernando e entrado um Franco?

Lugo, ainda que contrariado, disse que aceita o decreto institucional, votado por esmagadores 39 a 4, porém diz que pretende não se distanciar do poder por meio da fiscalização dos atos de Franco, contando com a ajuda de seus ex-ministros, tudo indica que seu objetivo é montar um poder paralelo. O grupo político do continente, que se diz sólido, de forma direta ou indireta, terá que atuar, evitando o resumo da famosa piada do Paraguai: Para quê?

La Propried ou la función?

Simples assim:

#PodeissoGokueErundina?

Tabela do Casamento

Posted: 20/06/2012 by sobziro in Geral, Humor
Etiquetas:

Aproveitando enquanto é possível!

TABELA DO CASAMENTO

ANTES…
DEPOIS…
Duas por noite.
Duas por mês.
Você me deixa sem fôlego!!!
Você está me sufocando!!!
Não pára!!!
Nem vem!!!
Estar ao teu lado!!!
Vire para o seu lado!!!
Me pergunto que faria sem ela…
Me pergunto o que faço com ela…
Erótica!!!
Neurótica!!!
Ela adora como controlo a situação…
Ela diz que sou um manipulador egoísta…
Ontem transamos no sofá…
Ontem dormi no sofá…
Minha gatinha, meu ursinho, minha coelhinha… (bichinhos pequenos e fofinhos). 
(Os bichos crescem): sua vaca, seu cachorro, sua galinha, seu veado…
Os embalos de Sábado a Noite…
O futebol de domingo a noite…
Você vai comer só isso?
Talvez fosse melhor comer só a salada…
É como se eu estivesse sonhando!!!
Estou tendo um pesadelo!!!
Concordamos em tudo!!!
Ela não pode tomar nenhuma decisão?
Cueca de seda…
Samba-canção (aquela do pacote com 3).
Adoro suas curvas…
Eu nunca disse que você está gorda?
Ele está completamente perdido por mim!!!
Porque ele não pede informações?
Croissant e capuccino…
Café com margarina…
Você fica tão sexy de preto!!!
Suas roupas são tão deprimentes!!!
Camarão…
Sardinha em lata…
Biquini asa delta…
Maiô tipo americano…

Ou o encontro entre gigantes, em um passado um tanto distante. Retirado do 9GAG.

Futebol também é Geopolítica!

“1. Sempre gostei da Eurocopa. O futebol é um pormenor. As minhas razões são políticas. Gosto da Eurocopa porque ela é a expressão tangível (e bem ruidosa) da diversidade nacional europeia que nenhuma construção federal será capaz de suprimir.

Dias atrás, a chanceler Angela Merkel declarou em entrevista: a solução para os problemas do euro passa por mais “integração” dos países da zona do euro. Tradução: é necessária uma estrutura política federal, ou aparentada, com a Alemanha no topo e a Europa transformada numa união semelhante aos Estados Unidos da América.

Angela Merkel, claro, não lê a imprensa portuguesa. Se lesse, veria o que escreveram a respeito do jogo Alemanha x Portugal (que os portugueses, injustamente, perderam por 1 a 0). A retórica antigermânica era violenta, o que se entende: o país está sob resgate financeiro internacional, com a bênção punitiva da Alemanha.

Por isso o jogo não foi um jogo. Antes, o ajuste de contas entre o servo e o capataz. Infelizmente, ganhou o capataz.

Mas as rivalidades que a Eurocopa oferece não são apenas explicadas por crises econômicas momentâneas. Existem também memórias históricas que persistem em retornar à superfície.

Jogos como Polônia x Rússia ou França x Inglaterra são evocações fantasmagóricas de lutas seculares que deixaram a sua pegada arqueológica. Quando essas equipes se voltarem a enfrentar na Eurocopa, não será apenas de futebol que a mídia irá falar.

Que lições ensina a competição? Uma lição simples: nos Estados Unidos, os New York Yankees podem ter uma rivalidade conhecida com os Boston Red Sox. Mas, quando a hora do jogo se aproxima, o estádio enche-se de americanos, não de “new yorkers” ou de “bostonians”. E todos eles cantam o único hino que interessa -o hino de um país, forjado com o sangue da Guerra Civil.

Na Europa, não existe um único país; nem sequer, como pretendem os federalistas, diferentes “regiões” que podem fazer parte de um super Estado com capital em Bruxelas.

O que existe são nações múltiplas que, na hora do confronto desportivo, regressam a um sentimento primordial de pertença: a uma língua, uma cultura, uma identidade. Nações que, mesmo em tempos de paz, conservam ainda na memória afinidades comuns -ou aversões mútuas.

Não é por acaso que um jogo entre Portugal x Inglaterra (dois velhos aliados) nunca tem a carga “bélica” de um Portugal x Espanha.

Nas páginas finais das suas memórias, Jean Monnet, um dos pais fundadores da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço, semente da atual União Europeia, escrevia: “A soberania das nações do passado não consegue mais resolver os problemas do presente: não consegue mais garantir a essas nações o progresso e controle do seu futuro. A Comunidade [Europeia do Carvão e do Aço] é apenas um estágio rumo ao novo mundo do futuro”.

Jean Monnet, manifestamente, nunca assistiu à Eurocopa.

2. A Espanha vai receber um empréstimo dos restantes países da zona do euro no valor de 100 bilhões de euros. Para recapitalizar o seu setor bancário exaurido. Tudo está bem quando acaba bem?

Longe disso. Um dos melhores estudos que li sobre a crise europeia pertence a Jay Shambaugh. Título: “The Euro’s Three Crisis”. Tese poderosa: a crise do euro é, na verdade, composta por três crises. Uma crise bancária, uma crise de endividamento e uma crise de crescimento. A Espanha tem as três em proporções avassaladoras. O que significa que resolver a primeira deixa as outras duas intactas.

Pior: de acordo com Jay Shambaugh, as três crises estão tão interligadas que mexer em apenas uma delas muitas vezes piora as restantes. A Irlanda tentou resolver a sua crise bancária -e agravou brutalmente a crise de endividamento. A Grécia tentou corrigir o endividamento com medidas de austeridade -e matou o crescimento.

Enfrentar a crise do euro, avisa Shambaugh, é enfrentar as três crises, não apenas usar remendos para uma delas.

Quem acredita que a Espanha resolve os seus problemas com 100 bilhões de euros para o setor bancário vai ter surpresas desagradáveis a curto prazo.” (João Pereira Coutinho)

Um Nero simbólico, que começou na Grécia e se alastrou pelo Velho Mundo

Karaokê pra Surdo e Mudo

Posted: 08/06/2012 by sobziro in Uncategorized

Tentem não rir, e sem essa de politicamente correto!

Dicas de Segurança Urbana

Posted: 05/06/2012 by sobziro in Geral
Etiquetas:

Não é questão de neurose, mas sim de prevenção.

O Chofer do Lula

Posted: 02/06/2012 by sobziro in Geral, Humor, Momento Rage!
Etiquetas:,

O CHOFER DO LULA

Lula e seu chofer passavam por uma estrada quando, subitamente, atropelaram um cachorro, matando-o. Imediatamente Lula pediu a seu chofer que fosse até a fazenda próxima explicar o ocorrido ao dono do animal.

Uma hora mais tarde, Lula vê seu chofer voltar cambaleando, com um charuto Monte Cristo No. 1, na mão, uma garrafa de Johnny Walker Black na outra, além da roupa toda amarrotada.

O que aconteceu?

– perguntou Lula. E o chofer respondeu:

Bem, o fazendeiro me deu o whisky… a mulher dele me deu o charuto, depois degustei de um legítimo churrasco gaúcho com todas as carnes nobres possíveis, acompanhado das mais belas mulheres em trajes mínimos que um homem poderia sonhar!

Meu Deus! O que você disse para eles? – Perguntou Lula.

E o chofer respondeu:

Sou o chofer do Presidente Lula e acabo de matar o cachorro!!!

O que é isso companheiro Gilmar?