Arquivo de Agosto, 2010

Spider Paint

Posted: 29/08/2010 by sobziro in Geral

Àqueles que tem mais de 20 anos, lembram da época dos rabiscos no paint do Windows 94? A internet ainda não estava essas coisas de hoje e não havia hobby melhor (ao lado do jogo Paciência), certo?

Pois um ‘artista’, o nome está entre aspas porque não confio totalmente na honestidade da obra, resolveu fazer algumas imagens, que normalmente são feitas à base de inúmeros programas, usando apenas a ferramenta de acessório.

Talento (com parcimônia e tempo) ou mero charlatanismo?

Anúncios

Goku Kanguru?

Posted: 25/08/2010 by sobziro in Humor

Um provável início da série ‘Coincidências da Vida’

O (verdadeiro?) terror da literatura

Posted: 21/08/2010 by sobziro in Geral

Com a moda Crepúsculo S/A, alguns especialistas do assunto resolveram cornetar a febre. Stephen King foi um deles, dizendo que Stephenie Meyer, autora da ‘saga’, não escreve nada que preste. Não demorou muito para que escudeiros da escritora pegassem em armas e contra-atacassem, disparando contra King adjetivos como ‘invejoso’, ‘otário’, além de afirmarem que a sequência no cinema é superior aos filmes de terror de Stephen.

Longe da minha pessoa ser um seguidor incondicional de Stephen King. Para o crítico literário Harold Bloom, os obras do escritor americano “…é literatura de terceira categoria. Se acreditam que existe em sua obra algum valor literário, realização estética ou sinal de inteligência humana criativa, estão dando o testemunho da própria imbecilidade.”

Porém, seguindo ou não os padrões literários, Stephen já deixou sua marca na literatura do gênero de terror/suspense, com adaptações memoráveis para as telonas (Ok, algumas deixaram a desejar). A resposta dele ao grupo de fãs enraivecidos não foi das melhores para os devotos. Vejam abaixo vídeo com áudio e legenda e tirem suas conclusões

‘…Y VIVA A FESTA DO PEÃO!!’ (Prof. Piola)

Ócio Criativo do dominó

Posted: 18/08/2010 by sobziro in Ócio Criativo

O sociólogo Donenico de Masi defende a ideia da primeira parte do título do post no que se refere ao equilíbrio entre os deveres (estudo e trabalho) com o lazer de cada indivíduo, que pode resultar num desempenho melhor em um ofício.

Os dois vídeos abaixo mostram mais ou menos isso. Trata-se daquela brincadeira penosa do dominó, quando se leva horas ou turnos para montar e poucos segundos pra acabar, com um videoclipe do Fatboy Slim (sempre achei originais as ideias dos clipes desse DJ) e uma possível  montagem caseira com garrafas de bebidas.

Viajando Com Bertão II

Posted: 15/08/2010 by zegotinha07 in Humor

Dessa vez a analise é da musica Menina Veneno do Ritchie. Vejam o clipe…

Ops… clipe errado (PORRA RITCHIE, porque foi deixar as bibas estragarem sua musica cara?)

Agora sim… Ritchie.

Agora vamos para a letra…

um abajur cor de carne, um lençol azul
cortinas de seda, o seu corpo nu” –
Porra Ritchie, um abajur cor de carne, que motel de fudido hein?

“menina veneno o mundo é pequeno demais para nós dois
em toda cama que eu durmo
só dá você” –
Caramba, o mundo não era pequeno demais pra nois dois, como que na cama só da você? A não ser que esse “dar” ai seja com outra conotação.

“menina veneno,
você tem um jeito sereno de ser
em toda noite no meu quarto
vem me entorpecer
me entorpecer”
–  Um jeito SERENO de ser que ENTORPECE.

Isso foi um Hit dos anos 80… até o proximo Viajando com Bertão.

Apenas uma vez

Posted: 12/08/2010 by zegotinha07 in Geral

Ao ver o trailer acima, você deve pensar que está vendo um filme comum sobre um casal de músicos que se conhece. Errado!!  Você vai ver um dos melhores e mais tocantes filmes já feitos até hoje. Um baixíssimo orçamento foi utilizado para que ONCE, Apenas uma vez no Brasil, de 2006, fosse produzido pelas ruas da Irlanda.

Sinopse.

Ele é um talentoso músico, que ganha a vida com seu violão nas ruas de Dublin e ajuda o pai em uma loja de aspiradores de pó. Ela é tcheca que anda pelas mesmas ruas, vendendo rosas para sustentar sua família e tem como hobby o piano. O acaso fez com eles se encontrassem e a paixão pela música fará com que eles vivam uma experiência inesquecível. Uma linda história de amor embalada por músicas que traduzem os caminhos do coração.

O mais interessante, no entanto, são as musicas produzidas pelos próprios atores durante o filme ou pouco tempo antes com a banda formada pelos dois (The Swell Season) e como vieram às inspirações para tal, como na cena em que eles vão a uma loja de instrumentos tocar juntos e de uns simples acordes no violão e no piano surge uma bela canção. As musicas neste caso não são para dar ambiência, mas sim elas acabam contando um pouco de cada momento de cada personagem, dando uma profundidade maior a historia. Uma delas (Falling Slowly)  que ganhou o Oscar de melhor canção. Portanto se alguém gosta de musica e cinema, fica aqui a dica de trilha sonora também – ONCE – Apenas uma vez.

Falling Slowly, a musica é só dar o play aqui em baixo e a tradução é aqui ó

Motéis Ltda

Posted: 05/08/2010 by sobziro in Humor

Costuma-se dizer que na guerra e no amor vale tudo. Na modernidade, isso se encaixa perfeitamente na propaganda, já que ela é a alma do negócio.

Segue abaixo os melhores outdoors sugerindo o melhor para ‘um programa a 2’ (ou mais ¬¬)